Celebrar o Mistério Eucaristíco – MISSA / Ritos Iniciais

Por: Diac. Carlos Magno Ericeira

Muito embora o assunto que iremos abordar já seja de conhecimento da maioria, é conveniente retratá-lo para que se possa chegar aquela tão sonhada ação frutífera almejada pela liturgia, pois a “Liturgia é uma ação sagrada, através da qual, com ritos, na Igreja e pela Igreja, se exerce e prolonga a obra sacerdotal de Cristo, que tem por objetivos a santificação dos homens e a glorificação de Deus.” (SC 7).

capa do JM mês de agosto
capa do JM mês de agosto

O Rito romano é o rito mais difundido em todo o mundo católico, e geralmente mais conhecido, embora, existam vários outros ritos reconhecidos. A Missa (como costumamos intitular a celebração Eucarística) tem dois grandes momentos, a Liturgia da Palavra e a Liturgia Eucarística, precedidas por Ritos iniciais e seguidas pelos Ritos Finais; é regido pelo missal romano promulgado em 1970 e revisto em 1975 e 2002, fruto da reforma litúrgica do Concílio Ecumênico Vaticano II este livro na parte denominada Introdução Geral do Missal Romano (IGMR) traz as explicações e indicações (regras) para cada um dos momentos da celebração.
Interligadas entre si, com inicio e fim as partes acima sublinhadas formam a espinha dorsal deste momento celebrativo da comunidade cristã. Neste artigo de forma breve vamos voltar nossa atenção para os ritos iniciais, que tem como objetivo principal transformar indivíduos em povo celebrante, formar a assembleia orante, fazer com que as pessoas entrem no clima de celebração, corpo de Cristo animado pelo Espírito Santo, conduzindo a Assembleia Cristã a uma comunhão para ouvir e meditar a Palavra de Deus e celebrar e louvar o Memorial da nossa Salvação. Divide-se em:
 Monição
 Procissão e Canto de Entrada
 Beijo do altar
 Incensação do altar
 Saudação e Acolhida
 Ato Penitencial – Senhor tende piedade (Kyrie Eleison)
 Hino de Louvor (somente aos domingos, festas e solenidades, exceto na Quaresma e no Advento)
 Oração do dia (Oração coleta)

banner de divulgação da loja virtual do cmliturgo
banner de divulgação da loja virtual do cmliturgo

Formada a assembleia que vai participar da missa, o presidente da celebração (um presbítero ou um bispo) dirige-se para o presbitério com os outros ministros e acólitos. Saúda o altar com a vénia, inicia com o Sinal da Cruz, segue-se o ato penitencial (na forma de confissão ou tríplice invocação a Cristo, Kyrie), em que todos os participantes pedem a Deus o perdão por seus pecados, para melhor celebrarem a Eucaristia.
Nos Domingos (exceto no Advento e na Quaresma) ,solenidades e festas, reza-se ou canta-se o Hino de Louvor (Glória a Deus nas Alturas). Por fim, o presidente convida todos à oração dizendo Oremos e diz a oração coleta pela qual apresenta a Deus todas as intenções do povo celebrante, e concluindo assim os ritos Iniciais.
No próximo artigo iremos comentar sobre a liturgia da Palavra.

(artigo publicado no Jornal do Maranhão Ano XLVII – Nº82 – agosto 2016 / arquidiocese de São Luis (MA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *