Pregação Sagrada – preparando a homilia (texto 02)

Neste segundo texto continuamos a reflexão sobre a pregação sagrada (como preparar uma boa homilia) a discussão aqui é sobre os pré-requisitos. O curso completo é composto de 36 textos.

Hoje vamos falar dos pré-requisitos da Pregação Sagrada:

O primeiro é estar ciente de que somos ministros da Palavra desde o batismo, e essa responsabilidade aumenta no dia na nossa ordenação sacerdotal. Por isso devemos ler, meditar, ruminá-la durante toda a nossa vida. Devemos fazê-la nossa, vestir-nos dessa Palavra, encarná-la na nossa vida. Somente assim a transmitiremos fielmente, sem cortes, sem minguas, sem obscurecê-la ou rebaixá-la.

Preparando uma boa homilia
Curso de Pregação Sagrada

Em segundo lugar estar ciente de que é Deus que converte as almas, não nós. Mas Ele nos utiliza como canais, alto-falantes, aquedutos e ministros da sua Palavra para iluminar as mentes, aquecer os corações e mover as vontades para que amem a Deus e cumpram os seus mandamentos. Por isso, temos que estar bem preparados neste campo da pregação da Palavra. Todos os nossos estudos humanísticos, filosóficos, teológicos, pedagógicos… têm como termo final a nossa pregação, seja escrita (livros, artigos…), seja oral (homilias, retiros, congressos, palestras…) para a conversão das almas à luz desse Palavra transmitida e explicada por nós. Estudamos para estarmos melhor preparados na hora da nossa pregação sagração, não por desejo de vaidade, mas porque essa Palavra de Deus merece ser tratada e anunciada com dignidade, clareza e unção.

Em terceiro lugar estar ciente de que a Palavra de Deus está destinada a brotar, a crescer e a dar fruto na alma dos homens. Por si mesma, a Palavra tem toda a força de entrar no coração do homem e convertê-lo. Então, onde está o erro? Uma de duas coisas: ou em quem prega, que não sabe fazê-lo, ou no campo – na alma – que recebe essa Palavra pregada. Que pelo menos não seja por nossa culpa como pregadores sagrados. Se o coração dos homens está fechado como Cristo nos diz na parábola do semeador por causa das pedras, dos espinhos, da superficialidade (cf. Mateus 13, 1ss Parábola do Semeador)… aí está o desafio de um bom pregador: ajudar essas almas a se abrirem para a Palavra. E quais são os recursos que existem além da oração e do sacrifício? A pregação bem preparada, incisiva, respeitosa, profunda, clara, motivadora e bem pronunciada!

Na semana passada apresentei aos leitores do Blog CMLITURGO essa coluna sobre Pregação Sagrada. O texto 01 você pode ler clicando aqui. Deixe seu comentário, no próximo texto começaremos com alguns conselhos práticos que podem ajudar na Pregação Sagrada – preparação da homilia.

Coluna do Pe. Antonio Rivero, L.C., professor de Teologia e Oratória no seminário Interdiocesano Mater Ecclesiae de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *